Hurb

Heroes in the Field – Ed. #6: desafios que impulsionam

Heroes in the Field Hurb hurb.com

“Tem certeza que sou eu?” Essa foi a primeira pergunta que Lucas da Fonseca fez, rindo, quando entrei em contato para agendar uma conversa com ele para o projeto Heroes in the Field. “Você mesmo”, eu afirmei, categórica. Rompendo a barreira inicial da timidez e mostrando na prática que, quando começa a conversar com alguém, não para mais, Lucas me impressionou por sua trajetória e sua habilidade em encarar novos desafios – unindo a leveza de um menino com a determinação de um profissional que sabe aonde quer chegar.

Nascido em Madureira e criado em Pilares, Zona Norte do Rio de Janeiro, o jovem de 24 anos cresceu em uma família barulhenta composta por seus pais e dois irmãos. Agitado, “ligado no 220” – como ele me conta, Lucas diz que aprontou muito em casa ao lado do irmão gêmeo, e foi nutrindo diferentes sonhos ao longo da adolescência: já quis ser comissário, desejou também cursar Engenharia para produzir telefones, se encantou com o universo da Publicidade e da História e, após prestar o Enem, resolveu arriscar e cursar Turismo.

Os múltiplos gostos e interesses que Lucas até hoje alimenta denotam, a mim, a face curiosa de um jovem que tem muita vontade de se desenvolver e que, ao mesmo tempo em que deseja abraçar o mundo, parece saber definir bem suas prioridades e criar as circunstâncias para persegui-las. “Eu gosto de aprender”, ele afirma. Prova de tudo isso é a forma como Lucas aprendeu a falar inglês. Para além de cursos aqui e ali, que ele pôde pagar depois que iniciou a faculdade, o jovem conta que foi mesmo ouvindo músicas e assistindo a filmes no idioma que ficou craque tanto na escuta quanto na fala da língua.

heroes-in-the-field-hurb

Foi esse perfil arrojado de Lucas que o impulsionou de uma vaga de atendimento ao cliente, no Hurb, rumo ao fascinante mundo do gerenciamento de produtos  – trajetória que mistura acaso, oportunidade e olhar atento às possibilidades. Entre novembro de 2020 e agosto de 2021, o jovem iniciou a sua vida profissional em um cargo temporário, foi contratado e logo promovido a consultor bilíngue do time de Customer Experience. Na sequência, foi cedido ao time de Operações e passou a atuar junto aos parceiros e fornecedores da empresa, tendo sido efetivado na área após seis meses. O conhecimento adquirido junto a sistemas específicos utilizados pela companhia, assim como o contato com fornecedores internacionais, aproximou Lucas da área comercial do Hurb – setor onde passou a atuar como Analista em março de 2023.

O novo escopo de trabalho o colocou em amplo diálogo com o universo de Produto, área que encantou Lucas especialmente por sua dinâmica. Atento às exigências do mercado, aos desafios do setor e às oportunidades de crescimento, Lucas se esforçou em seu autodidatismo para adquirir as habilidades necessárias para se destacar neste que é um campo altamente competitivo. Como complemento, iniciou uma mentoria na área junto a Manager Director do Hurb, Patrícia – ainda que tenha levado mais de uma semana para criar coragem e abordá-la nos corredores da empresa. Atualmente, durante os encontros semanais de estudos, Lucas conta que discute em nível de igualdade com os demais participantes, compartilhando valiosas experiências. “Não me dou muito tempo para aprender, preciso ganhar tempo para me diferenciar no mercado, que está ‘pipocando'”, afirma Lucas.

Conciliar as múltiplas atividades, segundo ele me diz, não é uma tarefa fácil. As divergências entre a visão de mercado assumida por ele e a filosofia compartilhada por muitos colegas e professores da faculdade, além das dificuldades enfrentadas durante a pandemia de Covid-19 para a manutenção dos estudos, foram fatores que fizeram Lucas trancar o curso de Turismo por duas vezes. Mais ajustado aos desafios do dia a dia e tendo tornado mais claros os seus objetivos profissionais emergentes, Lucas retomou a faculdade, já almejando uma pós-graduação em Gerenciamento de Produtos – tudo isso com o apoio do irmão gêmeo, que é psicólogo especializado em transição de carreira. “Eu gosto de Turismo, quero ser PM no segmento”, ele conta.

O gosto pela área, por outro lado, não veio acompanhado pela simpatia em planejar viagens. Brincando, ele diz que é o pior agente de turismo do mundo, já que odeia produzir roteiros, e me conta que, antes de 2022, não havia sequer saído do estado. Se as terras fluminenses eram as únicas que Lucas conhecia, ele tratou de resolver a questão no último ano embarcando num voo direto, de 12 horas, rumo a Paris. Estreando em grande estilo, ele passou oito dias na cidade-luz com duas amigas e fez valer os ingressos para a Disney que adquiriu junto com o pacote de viagem: a foto com o Mickey veio aí! Sobre sua viagem dos sonhos, Lucas diz que é, sem dúvidas, para a Itália: Milão e outras cidades do interior estão nos seus planos e, dessa vez, ele garante que vai produzir o roteiro do início ao fim.

Talvez seja resquício do tempo em que foi escoteiro, quem sabe influência da agitada casa em que cresceu, interferência direta da irmã mais velha ou, ainda, fruto dos virais do TikTok que o inspiram todos os dias. Talvez seja a combinação disso tudo e um pouco mais. Fato é que, aos 24 anos, faltando ainda pouco menos de um ano para a graduação, Lucas já possui uma interessante bagagem profissional, marcada por adaptabilidade, resiliência e muita coragem para enfrentar os inúmeros desafios que surgem a todo instante na dinâmica rotina de quem trabalha numa grande empresa de tecnologia. A leveza e o bom humor com que Lucas me conta sobre tudo isso, somado aos planos que ele nutre para o futuro, sem dúvidas apontam para uma carreira fantástica na área de Produto – ou em qualquer outra que ele quiser.

What’s your Reaction?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Posts relacionados
HurbNotíciasViagens

Assista Online: Live Shop Hurb - Especial de Hotéis e Resorts!

HurbNotíciasViagens

Vem aí: Live Shop Especial de Hotéis e Resorts – Não Perca!

Heroes in the FieldHurb

Como uma empresária afegã e um ator egípcio estão mudando a sociedade

Hurb

Heroes in the Field: quem são nossos heróis?