DestinosDestinos NacionaisExóticoMaranhãoNordeste

Primeira vez nos lençóis maranhenses? Saiba como chegar, o que fazer, quando ir e mais

Lençóis Maranhenses

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, atualmente sob a gestão do ICMBio, compreende uma área de mais de 155 mil hectares, dos quais ⅔ são compostos pelas famosas dunas. Criado com o intuito de preservar a fauna, a flora e as demais belezas naturais da região, seu cenário deslumbrante atrai turistas ao longo de quase todo o ano. 

Está planejando um passeio pelo Maranhão, com direito a uma esticadinha ao maior complexo de dunas do país? Então este conteúdo foi feito para você! Acompanhe a leitura até o final e confira as principais dicas para os marinheiros de primeira viagem rumo ao deserto brasileiro. 

Qual a melhor época para visitar os Lençóis Maranhenses?

Diferentemente de outras regiões, o litoral do Maranhão não tem quatro estações anuais bem definidas, mas apenas duas — a seca e a chuvosa. O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses está aberto à visitações durante o ano todo, porém, é durante o período das cheias que é possível contemplar o fenômeno das lagoas em toda a sua magnitude. 

A temporada das secas geralmente se estende de junho a janeiro, sendo mais intensa a partir de novembro, período em que os rios temporários atingem seus níveis mais baixos. Nessa época do ano, a recreação é liberada apenas nas lagoas permanentes. De fevereiro a abril as lagoas voltam a encher, porém nessa época do ano a região costuma receber chuvas fortes quase que diariamente.  

Ainda que o período das cheias possa variar de acordo com o volume das chuvas, ele costuma ir de maio a agosto, quando é possível conhecer e curtir as lagoas multicoloridas cercadas pelas dunas de areia branca no auge de suas belezas. Entre setembro e outubro a paisagem volta a mudar, especialmente por conta da ação do sol e dos ventos, e as lagoas atingem níveis médios de água, diminuindo em volume e profundidade. 

O tempo ideal a ser destinado a essa experiência depende de cada turista e do que se pretende com a viagem. É possível fazer uma viagem de bate-volta até os Lençóis a partir de São Luís, por exemplo, e diversas agências de turismo da capital oferecem esse tipo de passeio. Porém, se você deseja conhecer todas as lagoas do parque e ainda explorar os demais rios e praias da região, o ideal seria reservar pelo menos cinco dias. 

O que levar para os Lençóis Maranhenses?

A maioria dos marinheiros de primeira viagem costumam enfrentar problemas na hora de fazer as malas — não importa o destino. Se essa é a sua primeira vez rumo aos Lençóis Maranhenses, aperte os cintos e continue a leitura antes de desbravar seu guarda-roupas.  

A primeira dica é com relação às temperaturas. Dificilmente você irá encarar medidas abaixo dos 20 °C, mas vale levar um casaquinho leve, uma vez que o clima fica mais fresco na parte da noite. 

Da mesma forma, é raro os termômetros marcarem acima de 35 °C, mas é preciso lembrar que os passeios serão feitos em áreas abertas, com pouquíssimas opções de sombra. Portanto, invista em chapéus ou bonés, óculos escuros, além de protetor solar e roupas UV. Para as peles mais sensíveis, repelente e protetor labial também podem ser importantes. 

Lembre-se que os Lençóis Maranhenses se localizam em uma região interiorana. Leve também remédios e outros itens pessoais de banho e farmácia que você considere essenciais, uma vez que os mercados locais podem não ter muitas opções. 

O mesmo vale com relação aos serviços de telefonia e internet móvel. As operadoras Oi e Claro oferecem a melhor cobertura na região, mas apresentam momentos de instabilidade, principalmente durante e após chuvas intensas. 

No mais, tenha sempre consigo uma câmera fotográfica — inclusive um modelo subaquático, se possível —, para trazer de volta todas as incríveis memórias que esse lugar irá lhe proporcionar.

Como chegar nos Lençóis Maranhenses?

O acesso aos Lençóis Maranhenses pode não ser dos mais simples, mas todo o traslado compensa. O Parque está situado a 150 km de São Luís, capital do estado do Maranhão. A extensão da reserva abarca três municípios da região: Barreirinhas, Atins e Santo Amaro do Maranhão. 

Dessas, Barreirinhas é a cidade com maior infraestrutura e que, por conta disso, acaba abrigando a maioria dos visitantes. Apesar de contar com um aeroporto, a principal rota de chegada aérea é por São Luís, uma vez que o Aeroporto de Barreirinhas (BRB) atende principalmente a voos fretados. 

Também é possível fazer o trajeto de São Luís a Barreirinhas por via terrestre — tanto de carro particular, como por meio de transporte público. A viagem costuma durar cerca de 4 horas por meio da BR-135 e da BR-402. 

Vale ressaltar que carros pequenos não costumam ser vantajosos nos Lençóis, uma vez que não podem transitar pelas dunas. Portanto, há também a opção de contratar vans ou transfers que façam o percurso a partir dos hotéis ou mesmo do aeroporto de São Luís. 

Uma segunda opção de “base” para a chegada até os Lençóis é a cidade de Parnaíba, no Piauí. O trajeto até Barreirinhas fica um pouco mais extenso, somando 185 km por via terrestre e 1 hora de barco a partir de Atins (MA), mas trata-se de uma saída interessante para quem pretende visitar também o Delta do Parnaíba na mesma viagem. 

Dê um break nos Lençóis Maranhenses

O que fazer nos Lençóis Maranhenses?

Agora que você já sabe quando ir, o que levar na mala e como chegar aos Lençóis Maranhenses, vamos ao que de fato interessa: o que fazer por lá? 

Como falamos, a entrada de carros de passeio não é permitida. Apenas veículos 4×4 credenciados podem entrar e rodar pelo complexo de dunas. Portanto, será necessário contratar um receptivo local para realizar os passeios. 

A entrada de bebidas alcoólicas também está vedada. Bebidas sem álcool e comidas são permitidas, uma vez que não há a estrutura de barracas ou mesmo de vendedores ambulantes por entre as dunas. Lembre-se de recolher todo o seu lixo com você em prol da preservação deste que é um dos mais belos patrimônios naturais do Brasil.

Mergulhar no máximo de lagoas possíveis

Os passeios recebem os nomes de circuitos e todas as cidades base do Parque oferecem diferentes rotas. Os preços não costumam variar muito entre as agências e giram entre R$100,00 e R$150,00. É possível pechinchar ao fechar vários passeios com uma única empresa ou ao viajar em grupos grandes. 

Engana-se quem pensa que todas as lagoas são iguais. Portanto, vale a pena conhecer o máximo possível delas! Barreirinhas é a cidade com mais opções de passeios e também de empresas de turismo. Por lá, os passeios mais famosos são o Circuito Lagoa Azul e o Circuito Lagoa Bonita

Partindo de Santo Amaro, o Circuito Lagoa da Betânia e o Circuito Lagoa do Espigão são boas pedidas. Para quem está com o condicionamento físico em dia, vale experimentar o passeio para a Lagoa das Emendadas, que requer uma caminhada de cerca de 4 horas, uma vez que os veículos 4×4 chegam apenas até a metade do trajeto. 

Das três cidades que integram os Lençóis Maranhenses, Atins é a menor delas, o que também significa que costuma ser a menos procurada pelos turistas. Se você pretende se hospedar por lá — ou mesmo fazer um bate-volta —, a dica é conhecer a Lagoa da Capivara e a Lagoa das Sete Mulheres.

Conhecer rios e praias da região

Nem só de dunas e lagoas se faz uma viagem inesquecível aos Lençóis Maranhenses. A região também é banhada pelo mar e por diversos rios, que permitem ainda outros passeios além dos realizados dentro do Parque. 

Você pode investir em um passeio de lancha pelo Rio Preguiça, um passeio flutuante — super relaxante! — pelo Rio Formigas e ainda dar um pulo no mar na Praia do Caburé ou na Praia de Atins.  

Assistir ao pôr-do-sol nas dunas

Muitas agências oferecem passeios com duração de meio dia, podendo ser realizados na parte da manhã ou pela tarde. Há também a possibilidade de fazer um passeio que dure o dia todo, ou cerca de 8 horas.

Sempre que possível, opte por passeios em que seja possível observar o sol se pôr por entre as dunas. Imagine só o cenário espetacular formado pelas águas extremamente azuis, as dunas branquinhas e um entardecer que é uma mistura de amarelo, rosa e laranja. Certamente inesquecível!

Contratar um passeio particular 

Além dos passeios em grupo, também é possível contratar passeios particulares. Ideal para casais apaixonados em lua de mel, por exemplo, que podem desfrutar de um cenário paradisíaco de forma mais íntima e reservada. 

Em média, o preço desse tipo de passeio custa R$500,00 — um investimento que dificilmente trará arrependimentos. 

Sobrevoar as dunas e lagoas

Outro passeio que certamente valerá cada centavo é o sobrevoo nos Lençóis Maranhenses. É apenas de cima que se tem uma noção real da imensidão das dunas e da beleza formada pelo seu conjunto de lagoas. 

É possível reservar aeronaves de pequeno porte que oferecem um voo lento e baixo, perfeito para esse momento contemplativo. O passeio custa cerca de R$300,00 por pessoa e dura pouco mais de meia hora. 

O que esperar dos Lençóis Maranhenses?

Não é à toa que o Nordeste brasileiro atrai turistas nacionais e internacionais grande parte do ano. Além de ser uma região presenteada com verão praticamente ao longo de todos os 12 meses, suas belezas naturais são inconfundíveis e inigualáveis. E não seria diferente com os Lençóis Maranhenses. 

Se essa é a sua primeira vez nesse grande deserto em pleno território nacional, vale se munir de informações e contar com um pacote de viagem que ofereça comodidade e segurança a você e sua família. Que tal conferir a oferta do Hurb e aproveitar Barreirinhas com tudo o que você tem direito? Aproveite e boa viagem!

Posts relacionados
DestinosDestinos NacionaisNordestePernambucoPraia

Tudo sobre a Praia dos Carneiros, uma das mais cobiçadas do Brasil

Destinos NacionaisDicas de ViagemEspeciaisResorts e HotéisRio de JaneiroSudeste

Hotéis à beira-mar no Rio de Janeiro com vista de tirar o fôlego

BahiaDestinosDestinos NacionaisNordestePraia

O que fazer em Morro de São Paulo? Conheça aqui o seu roteiro

DestinosDestinos InternacionaisDisney e OrlandoEspeciaisFamília

Saiba tudo sobre todos os parques da Disney no mundo