NotíciasTurismo

112,6 milhões de brasileiros viajaram de avião em 2023, aponta Anac

brasileiros-viagem-hurb

Em 2023, 112,6 milhões de brasileiros viajaram de avião. O número representa alta de 15,3% em relação ao ano anterior, sendo que é o melhor resultado anual desde 2020, quando teve início a pandemia de Covid-19.

Esse também foi a primeira vez que os resultados do setor aéreo ultrapassam a marca de 100 milhões de passageiros anuais desde a pandemia. Os dados fazem parte do relatório de demanda e oferta da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e foram divulgados nesta segunda-feira (22) pelo Ministério de Portos e Aeroportos em conjunto com o Ministério de Turismo.

Do total de passageiros, 91,4 milhões viajaram em voos domésticos, ante os 82,2 milhões registrados em 2022, e 21,2 milhões em voos internacionais, comparado aos 15,4 milhões de 2022. O crescimento no número de voos domésticos foi de 8%, para 789,3 mil, e de 29,8% nos internacionais, para 112 mil voos. No total, o aumento médio de voos chegou a 10,5%.

O levantamento mostra ainda que os aportes públicos totalizaram R$ 187 milhões e foram voltados para aviação regional. Já o investimento privado chegou a R$ 1,2 bilhão. Para 2024, a previsão é de que os recursos mais do que dobrem, chegando a R$ 480 milhões do setor público e a R$ 2,6 bilhões no privado, cone o levantamento.

Sol e praia

Pesquisa do Ministério do Turismo sinaliza que um em cada três brasileiros deve viajar neste verão. As praias nacionais estão entre os destinos mais procurados por 51% dos brasileiros, aponta o estudo que também indica as tendências para 2024.

No geral, as regiões Nordeste (42%) e Sudeste (41%) estão entre os destinos mais procurados para as férias de verão pelos brasileiros. São Paulo é o estado mais visitado, com 19%, seguido de Rio de Janeiro (12%) e Bahia (12%).

Para 66% dos entrevistados, a viagem terá duração de até 10 dias e o ticket médio de gastos com a viagem será de R$ 1.877. Cerca de 45% vão de carro próprio, 29% de ônibus e 23% de avião. A maioria (47%) vai se hospedar na casa de amigos ou parentes, 29% em hotéis, 16% em pousadas e 3% em Airbnb.

Quase 20% dos entrevistados compraram as passagens nos meses de novembro e dezembro e quase metade utilizaram a internet para isso. Mas 35% ainda recorrem aos pontos físicos de venda. Para 47% dos entrevistados, as redes sociais são a principal fonte de inação sobre um destino turístico, seguido por dicas de amigos e familiares (45%).

Para 2024, 43% das pessoas ouvidas pela pesquisa indicaram que pretendem fazer alguma viagem a lazer neste ano e para 92% destes turistas o destino será no Brasil. Para 47% a preferência é o Nordeste e 38% o Sudeste. Cerca de 55% pretendem viajar com a família.

“O resultado de 2023 foi bem-sucedido para o turismo e 2024 exigirá muita garra para colocar o país no patamar que ele merece”, disse Celso Sabino, ministro do Turismo.

Essa reportagem foi veiculada pelo portal InfoMoney 

What’s your Reaction?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Posts relacionados
NotíciasTurismo

Aniversário Rio de Janeiro: um tour virtual na cidade

Notícias

Lego Technic - Lançamento do Lamborghini Sian

GeraisTurismoViagens

Perguntas Frequentes (FAQ) sobre Pacotes de Viagem

GeraisRio de JaneiroTurismo

FAQ: Hospedagem e Segurança no Rio de Janeiro