Curiosidades

Na boca do povo: as três cidades que mais falam palavrão no Brasil

O palavrão faz parte da comunicação do brasileiro, que segundo uma pesquisa realizada pela plataforma virtual de aprendizagem de idiomas Preply, xinga em média seis vezes ao dia.

No entanto, três cidades brasileiras se destacaram como as campeãs de “boca-suja”: Rio de Janeiro, Brasília e Fortaleza, com uma média de oito palavrões diários. Em contraste, São Luís aparece na lista com apenas um palavrão por dia.

A pesquisa foi realizada em 15 cidades do país e entrevistou mais de 1,6 mil pessoas. Confira:

  • 1º lugar – Rio de Janeiro, Brasília e Fortaleza: 8 palavrões por dia;
  • 2º lugar – São Paulo e Belo Horizonte: 7 palavrões por dia;
  • 3º lugar – Manaus: 6 palavrões por dia;
  • 4º lugar – Porto Alegre, Natal, Curitiba e Recife: 5 palavrões por dia;
  • 5º lugar – Salvador, Belém e Goiânia: 4 palavrões por dia;
  • 6º lugar – Campinas: 3 palavrões por dia;
  • 7º lugar – São Luís: 1 palavrão por dia.

A média varia entre diferentes grupos sociais. Comparando homens e mulheres, por exemplo, a média de palavrões ditas pelos homens é de 8,48 por dia, enquanto as mulheres dizem, em média, 5,35.

Além disso, os jovens entre 16 e 24 anos falam quase o dobro de palavrões do que aqueles acima de 55 anos, com uma média de 8,9 vezes por dia, enquanto os mais velhos dizem, em média, 4,74.

A pesquisa também mostrou que as grosserias não são direcionadas apenas a outras pessoas, mas também a si mesmo. De acordo com as respostas dos entrevistados, os palavrões são ditos em momentos de excesso de raiva e autodepreciação, normalmente voltadas à própria pessoa, com um percentual de 26,85%.

Palavrão é patrimônio nacional?

Por outro lado, quase metade dos entrevistados disseram ser mais propensos a falar palavrões dentro de casa do que em outras ocasiões e apenas 16,65% revelaram xingar enquanto dirigem.

Quase 80% dos entrevistados evitam o uso de palavras obscenas na frente de crianças, do próprio chefe ou à mesa de jantar. A grande maioria também se abstém dos palavrões na frente de pessoas idosas (70%) e de estranhos (60,9%).

Comparado a outros países, o Brasil não é o campeão de palavrões. Nos Estados Unidos, por exemplo, a média é de cerca de 21 palavrões por dia, segundo a mesma pesquisa da Preply.

Apesar disso, ainda é importante lembrar que o uso excessivo de palavrões pode ofender e causar desconforto, especialmente em situações profissionais e sociais.

What’s your Reaction?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Posts relacionados
Arte e CulturaCulturaCuriosidadesDestinosDestinos ImersivosDestinos InternacionaisDicas de ViagemEspeciaisEventosFamíliaFutebolHotéisHurbMochilãoO que fazerPortugalResorts e HotéisTurismoViagens

A trajetória inspiradora de Cristiano Ronaldo

CuriosidadesGeraisNotícias

Isaquias Queiroz e Raquel Kochhann serão os porta-bandeiras do Brasil na abertura das Olimpíadas de Paris 2024

América do NorteArte e CulturaCanadáCulturaCuriosidadesDestinosDestinos ImersivosDestinos InternacionaisDicas de ViagemDisney e OrlandoEspeciaisEstados UnidosEventosFamíliaHotéisHurbO que fazerResorts e HotéisTurismoUrbanoViagens

O basquete brasileiro voltou!

Arte e CulturaBahiaBrasilChileColômbiaComprasCulturaCuriosidadesDestinosDestinos ImersivosDestinos InternacionaisDicas de ViagemEspeciaisEventosFestivaisFutebolGastronomiaHotéisHotéisHurbLGBTQIA+Meio AmbienteMochilãoNaturezaO que fazerPraiaResorts e HotéisTurismoUrbanoUruguaiViagensVida Noturna

Conheça os melhores destinos para fazer um mochilão com amigos