CuriosidadesDestinos InternacionaisEuropaTurquia

Conheça as misteriosíssimas cidades subterrâneas da Capadócia, na Turquia

capadócia

A região da Capadócia, na Turquia, é conhecida por suas paisagens deslumbrantes e passeios inesquecíveis. No entanto, há um lugar que se destaca entre as maravilhas locais: as cidades subterrâneas da Capadócia. Sim, cidades inteiras construídas abaixo da superfície. Como elas surgiram e por que foram construídas?

A história das cidades subterrâneas da Capadócia remonta a mais de 3 mil anos, quando os Hititas habitavam a região e escavavam cidades inteiras nas rochas vulcânicas. Acredita-se que eles as construíram para se proteger e se esconder.

Ao longo do tempo, as cidades subterrâneas foram sendo ampliadas, ganhando mais andares e se tornando verdadeiras fortalezas.

Atualmente, existem 37 cidades subterrâneas abertas para visitação na Capadócia, mas há mais de 200 cidades subterrâneas na região que ainda não foram completamente exploradas por historiadores.

Isso porque, quando as populações que viveram nessas cidades voltaram à superfície, levaram consigo todas as suas posses, deixando poucos vestígios para trás.

Apesar de haver poucas certezas sobre o surgimento das cidades subterrâneas, uma coisa é clara: elas foram construídas em tempos difíceis, quando a sobrevivência exigia muita astúcia.

Especula-se que as cidades subterrâneas foram utilizadas como refúgios bem camuflados por diversas civilizações que passaram pela região, incluindo os cristãos, que possivelmente as usaram para propagar sua fé em momentos em que o cristianismo era proibido.

Além disso, as cidades subterrâneas também ofereciam proteção contra possíveis invasores. Como mencionado anteriormente, a Capadócia era uma região muito visada e, por isso, os habitantes precisavam estar sempre preparados para se defender.

As cidades subterrâneas ofereciam um refúgio seguro para a população em caso de ataques ou invasões. Os habitantes podiam se esconder lá por longos períodos de tempo, já que as cidades eram auto-suficientes e tinham tudo o que era necessário para a sobrevivência.

Ainda, as cidades subterrâneas eram equipadas com armadilhas e labirintos que dificultavam a invasão por parte de inimigos. Por exemplo, muitas cidades tinham túneis estreitos e escadas em espiral que levavam a áreas onde os invasores poderiam facilmente ficar presos ou ser pegos em armadilhas.

Outra forma de proteção utilizada pelos habitantes da Capadócia era a construção de torres de vigia. Estas torres eram geralmente construídas em locais estratégicos e tinham a função de vigiar os arredores e alertar a população em caso de perigo.

Em resumo, a construção das cidades subterrâneas na Capadócia foi motivada por diversas razões, incluindo a necessidade de proteção contra invasores, condições climáticas extremas e para proteger a produção agrícola.

As cidades eram verdadeiros refúgios seguros para a população local e foram construídas com técnicas avançadas de engenharia e arquitetura. Até hoje, elas impressionam e atraem muitos turistas de todo o mundo.

Visite as cidades subterrâneas da Capadócia

As cidades subterrâneas da Capadócia são um verdadeiro tesouro histórico e arqueológico. Estas impressionantes estruturas subterrâneas são uma obra de engenharia fascinante, que foi construída ao longo de séculos pelos habitantes da região.

Acredita-se que a construção dessas cidades subterrâneas começou no período Hittite, por volta de 1600 a.C. Entretanto, foram os cristãos que realmente expandiram e aperfeiçoaram essas cidades durante os períodos Bizantino e Seljúcida.

Apesar de as cidades subterrâneas terem sido projetadas para proteção e sobrevivência em tempos difíceis, elas foram habitadas por muitos anos. De fato, algumas das cidades subterrâneas da Capadócia foram usadas até o início do século XX.

Hoje em dia, a Capadócia é um destino turístico popular e as cidades subterrâneas são uma atração imperdível para quem visita a região. A preservação dessas cidades é fundamental e a Unesco desempenha um papel importante nisso, declarando essas cidades como Patrimônio da Humanidade.

No geral, as cidades subterrâneas da Capadócia são uma verdadeira maravilha arquitetônica, que oferece aos visitantes uma visão fascinante da vida na antiguidade.

As cidades subterrâneas mais famosas da Capadócia são Derinkuyu, que é a mais profunda e pode abrigar até 20 mil pessoas, e Kaymaklı, que é a maior delas. Ambas podem ser visitadas com segurança e estão bem preparadas para receber turistas.

No entanto, embora essas cidades tenham vários níveis, apenas alguns andares são acessíveis aos visitantes. Por exemplo, Kaymaklı tem nove níveis, mas apenas quatro estão abertos ao público, enquanto os outros são reservados para pesquisas arqueológicas e antropológicas. Ainda assim, existem inúmeras outras pelo país.

Visitar as cidades subterrâneas da Capadócia é uma experiência única e emocionante. Ao descer pelas galerias estreitas e labirínticas, os visitantes podem ter uma noção do quão difícil era a vida em tempos antigos e de como a engenhosidade humana é capaz de criar soluções incríveis em situações extremas.

Para os amantes de história e arqueologia, a visita às cidades subterrâneas da Capadócia é imperdível. Além de proporcionar uma viagem pelo tempo, as cidades subterrâneas são um testemunho vivo da engenhosidade e da coragem humana.

Então, se você estiver planejando uma viagem à Turquia, não deixe de incluir as cidades subterrâneas da Capadócia em seu roteiro. Você certamente não vai se arrepender.

What’s your Reaction?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Posts relacionados
BrasilCuriosidadesDestinosDicas de ViagemHurbNordesteViagens

Desfrute do melhor de Porto Seguro e Natal em um fim de semana inesquecível

CulturaCuriosidades

Saiba mais sobre a luta das mulheres pela igualdade de direitos

BrasilCulturaCuriosidadesDestinosDicas de ViagemHurbLGBTQIA+NotíciasViagens

Vai para a Parada LGBTQIA+? Confira nossas dicas de hospedagem

CulturaCuriosidadesDestinosDicas de ViagemHurbTurismoViagens

Viaje para os cinco destinos mais fotogênicos de 2024