AlemanhaDestinos InternacionaisEuropa

10 motivos para conhecer Berlim

Motivos para conhecer Berlim

Se você está fazendo um tour pela Europa, saiba que Berlim (Alemanha) é o lugar ideal para uma pausa. Preenchendo todos os requisitos de uma movimentada metrópole, a capital possui uma vida noturna matadora, comida local incrível, uma cultura rica, cerveja mundialmente famosa e alguns dos pontos turísticos e museus mais notáveis ​​do mundo. 

Indo além, Berlim também é uma cidade para contemplar, respirar seu verde e aprender muito da sua história ― afinal, a capital alemã conseguiu ressignificar seu passado, devolvendo ao mundo paz, tranquilidade e segurança

Berlim tem tudo o que um viajante procura em uma aventura pela Europa e nesse post fizemos questão de trazer as 10 principais razões para visitar Berlim!

1. Paraíso verde

Berlim conta com nada menos que 2.500 parques e áreas verdes, onde é possível fugir do burburinho urbano e se conectar com a natureza. Considerada uma das cidades mais verdes do mundo, a capital possui parques e reservas naturais preservadas quase tal qual a natureza as criou. Alguns desses locais imperdíveis são:

  • Volkspark Friedrichshain: parque bicentenário construído em homenagem ao rei da Prússia, Frederico, o Grande;
  • Viktoriapark: uma bela área com cachoeiras construída em homenagem à princesa Victoria da Grã-Bretanha;
  • Schlossgarten Charlottenburg: o jardim real do Palácio de Charlottenburg;
  • Parque Natural Schöneberger Südgelände: exótico, é uma mistura única de equipamentos ferroviários antigos e abandonados, plantas exóticas, espécies animais e instalações artísticas.

2. Exemplo de como ressignificar a história

Todos sabemos que Berlim teve um passado sombrio, por conta do nazismo e de episódios como a Guerra Fria. Mas hoje, a capital alemã orgulha-se de ter se tornado um lugar acolhedor e livre.

Berlim não tem vergonha dos tempos terríveis que viveu. As lembranças do Holocausto, da Segunda Guerra Mundial e dos tempos do comunismo fazem parte da vida da cidade como um aprendizado, justamente para que os erros do passado não sejam repetidos. Um dos exemplos mais emblemáticos é o Memorial do Holocausto (Holocaust-Mahnmal), uma forma de tributo aos judeus mortos na Europa. 

Depois da Segunda Guerra Mundial, Berlim foi dividida em duas por um muro. Mas no ano de 1989 o Muro de Berlim foi derrubado, e suas ruínas se tornaram um exemplo de luta pelos direitos humanos e pela liberdade.

3. Museus

Berlim tem aproximadamente 170 museus. Como é impossível visitar tudo durante uma estadia de turismo, você pode escolher aqueles que mais atraem seus gostos e interesses. Se você não sabe por onde começar, deixamos como dica estes aqui:

Island Berlin

Um conjunto único de edifícios em Spreeinsel, no coração de Berlim. Abrange cinco grandes museus construídos sob os governantes prussianos, bem como um edifício de recepção e exposição, a Galeria James Simon, inaugurada em 2019.

Alte Nationalgalerie (Antiga Galeria Nacional)

Abriga as famosas obras de arte e arquitetura da Europa do século XIX. Caspar David Friedrich, Paul Cézanne e Pierre-Auguste Renoir são os nomes famosos que você encontrará na Alte Nationalgalerie.

Jüdisches Museum (Museu Judaico de Berlim)

O Museu Judaico de Berlim aproxima você da história judaico-alemã. Os visitantes podem acompanhar a história dos judeus na Alemanha, desde a Idade Média até os dias atuais de forma multimídia e interativa e ainda obter insights sobre a diversidade da cultura judaica.

4. Arte ao ar livre

Berlim respira arte e cultura não somente em seus museus. As artes plásticas também estão estampadas nas ruas nos grafites em muros e prédios. Até mesmo as ruínas do Muro de Berlim se tornaram telas para os talentos da cidade se expressarem. A “Street Art”, como é conhecida, faz parte da identidade da cidade. Existem até mesmo tours locais que levam você aos grafites mais relevantes nessa grande exposição ao ar livre.

5. Comidas icônicas

A culinária alemã é muito rica, e Berlim, cidade cosmopolita, agrega seus sabores típicos a toda a receptividade de culturas que se agregam por ali. E mesmo que você não consiga visitar o país todo para ver as variações de cores, sabores e texturas, em Berlim você encontra alguns grandes exemplos dos pratos que fazem parte da vida do povo alemão. Melhor, além de muita comida barata, você facilmente esbarra com deliciosos quitutes pelas ruas e mercados. Alguns exemplos de pratos que você vai achar facilmente são:

  • Currywurst: salsicha de porco com curry em pó e fritas;
  • Königsberger Klopse: almôndegas geralmente feitas de vitela e servidas com molho branco e alcaparras;
  • Wiener Schnitzel: costela de vitela frita fina guarnecida com salsa e limão;
  • Eisbein: joelho de porco defumado, geralmente servido com purê de ervilha;
  • Döner Kebab: kebab turco ― carne assada numa churrasqueira vertical, servido no pão com salada;
  • Bretzels: o nome alemão para pretzels, de pão feito de trigo ou centeio e alguns outros ingredientes, como fermento, açúcar, sal, água e manteiga. 

6. Passeios diários

Se você se hospedar em Berlim, saiba que é muito fácil pegar um trem rapidinho e dar uma fugida para cidades próximas. Você vai amar conhecer as curiosidades e a vida de locais como:

  • Leipzig: lá está sepultado o grande mestre da música, Johann Sebastian Bach;
  • Potsdam: cidade dos palácios prussianos;
  • Dresden: conhecida como a pérola do Leste alemão;
  • Hamburgo: a cidade mais rica da Alemanha.

7. Tudo é desculpa para uma cerveja

As cervejas alemãs são as melhores do mundo. Se você não resiste à uma boa cerveja, vai adorar saborear os incríveis rótulos. E mesmo que a Oktoberfest aconteça em Munique, Berlim não fica atrás em oferecer uma variedade enorme de cervejas. Para você ter uma ideia, na região da capital alemã existem pelo menos 5 mil marcas produzidas em fábricas locais!

Especialmente as craft beer (cervejas artesanais) explodiram nos últimos anos, portanto, prepare-se para experimentar rótulos que nem sonhava que poderiam existir.

8. Vida noturna

Por décadas, Berlim ostenta a reputação de ser uma das cidades mais baladeiras da Europa. Para você ter uma ideia, nos anos 1980 e 1990, Berlim ficou conhecida por ser um dos berços da música eletrônica, ou o estilo técnico. 

Tanto que as raves ao ar livre e as casas noturnas se tornaram uma tradição entre os jovens da cidade e de fora dela também. Uma curiosidade é que as boates de Berlim não seguem nenhuma lei relacionada ao seu horário de funcionamento. Isso significa que as festas não têm hora para acabar

Ah, Berlim é uma das cidades mais ‘mente aberta” da Europa, com festas para todo tipo e estilo de viajante! E se você quiser se divertir mais tranquilamente, também há uma enorme agenda de shows, concertos e peças de teatro.

9. Arquitetura de cair o queixo

Quando o assunto é arquitetura, a beleza das construções em Berlim atrai os olhares do mundo, pois na capital alemã o clássico e o contemporâneo entram em completa harmonia.

E mesmo que Berlim tenha sofrido intensos bombardeios na guerra, é possível encontrar inúmeras edificações, incluindo o palácio do governo, que sobreviveram. Mas, especialmente após a reunificação das Alemanhas Oriental e Ocidental, a arquitetura moderna tomou conta da cidade, se misturando aos prédios históricos.

Então, você não pode deixar de ver locais como:

  • Portão de Brandemburgo;
  • Catedral de Berlim;
  • Sony Center (marco da reconstrução de Berlim pós-Guerra Fria);
  • Neue Nationalgalerie (Nova Galeria Nacional);
  • Bundeskanzleramt (Chancelaria Federal).

10. Tem sempre alguma coisa acontecendo em Berlim

Assim como São Paulo ou Rio, Berlim também é uma cidade que não para. A agenda de eventos na capital alemã é extensa e, dependendo da época em que você viajar, poderá participar de grandes eventos. 

Apesar de Berlim ser uma capital que trabalha muito, o lazer é levado a sério. No Natal, a cidade se torna a “Wonderland do Inverno”; no verão, a cidade é palco de festivais de música e de centenas de eventos culturais que atraem gente de todo o planeta, conheça os principais:

  • Berliner Filmfestspiele: grande festival de cinema alemão;
  • Popkomm: grande feira de música que atrai turistas de toda a Europa;
  • Christopher Street Parade: a parada do orgulho LGBTQIAP+ de Berlim;
  • Lange Nacht der Museen (Longa noite de museus): muitos museus abertos depois da meia-noite
  • Karneval der Kulturen: carnaval de Berlim.

Deu para ver que Berlim é uma cidade de tirar o fôlego. Incluí-la em sua viagem internacional significa ampliar seus horizontes para aprender com o passado, encontrar com a modernidade do presente e apontar seu olhar para o futuro. Seja em um museu, comendo na rua, brindando com uma caneca de cerveja ou se acabando de dançar nas boates berlinenses, pode ter certeza de que essa será uma de suas viagens mais multiculturais que já teve!

E aí? Deu vontade de fazer as malas? Veja esta oferta quentinha que o Hurb preparou para você!

Posts relacionados
Destinos InternacionaisGastronomiaO que fazer

Aceso há quase 300 anos, o forno do restaurante mais antigo do mundo nunca foi apagado

Destinos InternacionaisEspanhaEuropaGastronomiaO que fazer

Descubra quais são os melhores restaurantes de Madrid

Destinos InternacionaisEuropaO que fazerPortugalVida Noturna

Baladas em Lisboa para agradar a todos os gostos

América do SulArgentinaDestinos InternacionaisEspeciaisResorts e Hotéis

Unique Art Madero: hospede-se com estilo num dos cartões postais de Buenos Aires